terça-feira, 16 de setembro de 2014

ELEIÇÕES INDEFINIDAS PARA PRESIDENTE

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (16) mostra a atual presidente, Dilma Rousseff (PT), na frente da corrida pelo Palácio do Planalto com 36% das intenções de votos, seguida por Marina Silva (PSB), com 30% dos votos, e Aécio Neves (PSDB), com 19%.
No levantamento anterior, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgado na última sexta-feira (12), Dilma tinha 39%, Marina, 31%, e Aécio, 15%.
O Ibope também simulou três cenários de segundo turno. Em uma eventual disputa entre Marina e Dilma, a candidata do PSB alcançaria 43% dos votos, e Dilma, 40%. Em um segundo turno entre Dilma e Aécio, a candidata do PT venceria com 44% dos votos contra 37% do tucano. Na disputa Aécio x Marina, a candidata do PSB teria 48% dos votos e o tucano, 30%.
O Ibope ouviu 3.010 eleitores entre os dias 13 e 15 de setembro em 204 municípios do país .A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00657/2014.
Fonte;Diário do Nordeste
 
pesquisa_

DILMA TEM 36% E MARINA 27%

A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) tem 36% das intenções de voto no primeiro turno, segundo pesquisa Vox Populi/Rede Record, divulgada na noite de ontem.
Marina Silva, do PSB, está na segunda colocação com 27%. Já o tucano Aécio Neves aparece com 15% das intenções de voto. Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (Psol) têm 1% cada. Votos em branco e nulos somam 8% e os indecisos chegam a 12%. Apesar da vantagem de Dilma no primeiro turno, o levantamento mostra que Marina está um ponto percentual acima da petista na simulação de segundo turno. Marina aparece com 42% e Dilma com 41%.
O resultado significa empate técnico entre as duas candidatas. Votos em brancos e nulos são 11% e os indecisos, 6%.
O levantamento fez também uma simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio.
Neste cenário, a petista aparece com 47% contra 36% do tucano. Nesse cenário, votos em branco e nulos chegam a 12%. Já os indecisos somam 5%.
A pesquisa ouviu 2 mil eleitores em 147 municípios do País, entre 12 e 14 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-00632/2014.
Via;Diário do Nordeste

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

POLITICA DINÂMICA OU ILUSÃO DE ÓTICA


foto face book 09/2013

CAMOCIM: MULTIDÃO NO COMÍCIO DE CAMILO, MAURO, LEÔNIDAS E SÉRGIO AGUIAR


A cidade de Camocim reuniu mais de 20 mil pessoas para receber Camilo Santana (governador), Izolda Cela (vice-governadora) e Mauro Filho (senador) em comício e caminhada históricos no município. Os candidatos da coligação “Para o Ceará seguir mudando” falaram para uma plateia a perder de vista. Em seu discurso, Camilo reafirmou os compromissos com o Ceará, de universalizar as Escolas Estaduais de Ensino Profissionalizante, de investir em segurança e ratificou que não medirá esforços para ajudar Camocim. “Em breve, Camocim iniciará a construção de mil casas, no programa Minha Casa Minha Vida. E o que eu puder fazer como governador para trazer o estaleiro para Camocim, eu vou fazer também”, afirmou.

Num depoimento que emocionou os candidatos, a estudante Gabriele falou da sua trajetória. “É uma honra estar aqui para agradecer a oportunidade de ter estudado em uma escola pública de qualidade e hoje, aos 18 anos, ter conseguido chegar à Universidade Federal do Ceará, no curso de Medicina. Eu acredito que Camilo, juntamente com a professora Izolda, darão continuidade àquilo que o governador Cid Gomes iniciou. Hoje, a gestão de Cid e, tenho certeza que também a intenção de Camilo, mostra que o jovem pode conquistar lugares que antes só a elite conquistava”, mencionou a estudante de medicina, Gabriela Furtado.

A prefeita Mônica Aguiar estava radiante com o sucesso do evento, que consolida o trabalho que vem sendo feito por seu grupo político no sentido de garantir uma expressiva votação aos seus candidatos: Dilma, Camilo, Mauro, Leônidas Cristino e Sérgio Aguiar.


Depois do evento, todos os candidatos foram unanimes em dizer que aquele havia sido o maior e mais expressivo evento da campanha na região norte do Estado. O candidato a deputado federal, Leônidas Cristino, puxou os elogios: “A gradiosidade deste evento teve dois significados. Primeiro a consolidação do nome do Camilo como o preferido da zona norte par ser o próximo governador. Segundo, um reconhecimento ao execelente trabalho feita pela Mônica no município de Camocim”.
(Via Sobral em Revista)

AÉCIO VAI DE MARINA

aécio
A despeito das críticas, o tucano Aécio Neves vai apoiar a candidatura de Marina Silva no segundo turno das eleições. Na sabatina de O GLOBO, ele primeiro lamentou que Marina não tenha apoiado José Serra, em 2010. Depois, deixou claro: “Todo líder político tem que ter posições, mesmo que não sejam as que ele gostaria”.
A sinalização é clara. Agora é saber para onde vão os demais cinco candidatos, a turma do 1%.

domingo, 14 de setembro de 2014

Exaltação da Santa Cruz - Domingo 14/09/2014

Primeira Leitura (Nm 21,4b-9)
Leitura doLivro dos Números:
Naqueles dias, 4bos filhos de Israel partiram do monte Hor, pelo caminho que leva ao mar Vermelho, para contornarem o país de Edom. Durante a viagem o povo começou a impacientar-se, 5e se pôs a falar contra Deus e contra Moisés, dizendo: “Por que nos fizestes sair do Egito para morrermos no deserto? Não há pão, falta água, e já estamos com nojo desse alimento miserável”.
6Então o Senhor mandou contra o povo serpentes venenosas, que os mordiam; e morreu muita gente em Israel. 7O povo foi ter com Moisés e disse: “Pecamos, falando contra o Senhor e contra ti. Roga ao Senhor que afaste de nós as serpentes”.
Moisés intercedeu pelo povo, 8e o Senhor respondeu: “Faze uma serpente de bronze e coloca-a como sinal sobre uma haste; aquele que for mordido e olhar para ela viverá”.
9Moisés fez, pois, uma serpente de bronze e colocou-a como sinal sobre uma haste. Quando alguém era mordido por uma serpente, e olhava para a serpente de bronze, ficava curado.

Segunda Leitura (Fl 2,6-11)
 
Leitura daCarta de São Paulo aos Filipenses:
6Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação,7mas ele esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, 8humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz.
9Por isso, Deus o exaltou acima de tudo e lhe deu o Nome que está acima de todo nome.
10Assim, ao nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra, 11e toda língua proclame: “Jesus Cristo é o Senhor” — para a glória de Deus Pai.

Anúncio do Evangelho (Jo 3,13-17)

Naquele tempo, disse Jesus a Nicodemos: 13“Ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do Homem. 14Do mesmo modo como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que o Filho do Homem seja levantado, 15para que todos os que nele crerem tenham a vida eterna.
16Pois Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. 17De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele”.





sábado, 13 de setembro de 2014

PT PASSA O TRATOR E MARINA RESISTE

A decisão do PT de passar o trator em Marina Silva foi tomada no dia 1º de setembro em um jantar no hotel Unique, em São Paulo, logo depois do segundo debate entre os candidatos à Presidência, no SBT. Estavam à mesa a presidente e candidata do partido, Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula, o marqueteiro João Santana, o ex-­ministro Franklin Martins, o ministro Aloizio Mercadante e o presidente do PT, Rui Falcão. Juntos, chegaram à constatação de que o fenômeno Marina era bem mais sustentável do que parecia a princípio.
Se nada fosse feito, concluíram, Marina Silva estaria sentada na cadeira de presidente da República pelos próximos quatro anos. “As pesquisas mostravam isso”, disse a VEJA um ministro do governo. “Não tínhamos alternativa a não ser partir para cima com tudo.” Àquela altura, a candidata do PSB aparecia empatada com Dilma no primeiro turno e 10 pontos à frente no segundo. Lula resumiu o clima reinante e deu a ordem de marcha: “Precisamos reagir e reorganizar a tropa”.
Como sempre nesses casos, com uma equipe azeitada, acostumada a trabalhar em conjunto há muitas campanhas e conhecedora dos limites éticos, ou da falta deles, não foi preciso ser muito explícito sobre o que precisava ser feito. O próprio diagnóstico do problema embutia sua solução. Marina tinha virado uma entidade sagrada, uma combinação de espírito da floresta com o espírito do capitalismo, metade Chico Mendes, metade Steve Jobs. Decidiu-se que o processo de destruição da candidatura Marina seria eufemisticamente chamado de “dessacralização”.
Logo a máquina de propaganda petista, comandada pelo veterano e medalhado publicitário João Santana, mostrou a que viera. Em menos de uma semana o resultado começou a aparecer no programa eleitoral de Dilma e nas inserções de televisão e rádio. Nunca se viu na história eleitoral deste país uma combinação tão violenta de mentiras, falsificações, manipulações, exageros e falsas acusações como a despejada pelo PT sobre Marina.
Fonte;Veja